O blogger é atualizado de acordo com as batidas do meu coração. É um prazer tê-los comigo.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

OBRIGADA, DE CORAÇÃO!

Hoje gostaria que alguém postasse um texto para mim. Tem dias que estou assim. Preguiçosa, insone, egoísta. Perdoem-me. Logo hoje. O blog completa, em menos de 4 meses, um total de 10 mil visitantes!  Mais  de 250 desabafos postados, sem contar os mais de 500, que respondi, mas não tive como expô-los. É muita gente para reverenciar. Gente que chorou, sorriu, ficou brava por causa de minhas respostas sinceras, outras tantas que me agradeceram. Muitas diziam querer me dar um abraço, sem nem imaginar quantas vezes eu  precisei  desses abraços. Ganhei amigos aqui. No meio da dor, tiramos flores,e juntos descobrimos "poções mágicas" que lhes permitiam momentos de paz, até que uma decisão mais coerente pudesse ser tomada. Com a história de cada um, as quais li muitas vezes às três da manhã,  aprendi tanto...
Aqui falamos de amor, desamor, sonhos, descobertas, tombos, decepções, frustrações. Muitos homens expuseram aqui, uma fragilidade que conseguiu me surpreender, e percebi que até então, eu também era machista, ao julgar o sexo forte, realmente forte. Que nada... Tantos confundiram a minha pessoa com a pessoa de uma mulher ideal, que sabe viver a dois com perfeição, pelo fato de conseguir, algumas vezes,  respostas para suas demandas. Ledo engano que precisei esclarecer em várias ocasiões. Esse fato curioso, me fez enxergar que na carência, é que mais caímos no erro novamente. Navegamos em relacionamentos que são verdadeiros barcos de papel, e depois, como inevitáveis náufragos que seremos, nos agarramos a primeira tábua que encotramos pela frente, mesmo que esteja podre e não possa nos levar a lugar algum em segurança. Tudo por temer a solidão. 
Somos todos rotulados perdedores se não vencemos no amor. No amor nunca haverá vencedores ou perdedores.
 Se o amor dá errado, simplesmente não era amor. Foi uma tentativa, e nada na vida é em vão. 
Certo e errado são conceitos relativos. Aprendi isso com as histórias de vocês. Mas aprendi a coisa mais importante para seguir em paz o meu próprio caminho: que tudo realmente passa! E essa certeza é muito reconfortante!
Amar, é um aprendizado que começa de dentro para fora. Amando-se, conhecendo-se, aceitando-se, é o começo de tudo. Ninguém é a metade do outro, é preciso dois inteiros para que seja possível um caminhar de verdade.
Obrigada a todos os que escreveram, passaram, olharam, voltaram, enfim, a todos que de uma maneira singular, sempre me acrescentaram. Beijos.

8 comentários:

Juliano disse...

Obrigada a vc, minha linda! Tanta sensibilidade, tanta dedicação, tanto amor que expande para além desse blog! Vc merece o sucesso q certamente fará!

JR disse...

Gente! Como vc agradece! Vc salvou a minha vida! Resgatou os meus sonhos! Me fez acreditar que eu era capaz! Verdade, idealizei em vc a mulher perfeita! Entendi q era carÊncia...Mas vc é uma pessoa MARAVILHOSA!!!

Anônimo disse...

VIVAAAAAAAAAAAAAAA MARCELAAAA!!!!!!
PARABÉNS DEZ MIL PARABÉNS!
Se vc faz questão de saber prq eu te digo - vc é gente! Gente q ama, q sofre, q vibra, vai à luta, tem dúvidas como todo mundo, chora e ri das suas próprias agonias. Mas estende a mão e o coração pra quem precisa...
Viva vc e o seu blog PARABÉNS !!!!
Bjs Doug

Anônimo disse...

Poucas pessoas no mundo são inteiras como você. Além de seu talento para escrever, você possui alma e coração, para ouvir e responder a cada uma dessas dezenas de pessoas, de forma única, particular. Você é dedicada, inteligente, forte e de uma docilidade única. Fica mesmo difícil separar essa mulher tão intensa da profissional que é. Difícil não misturar as coisas, e olhar para vc com os olhos e não com um coração de quem gostaria de tê-la ao lado para sempre. Não se ofenda com isso, por favor. É apenas um desejo impossível de evitar, mas fácil de entender que é só um sonho. Você merece o mundo a seus pés! Parabéns.

kryss disse...

"Se o amor dá errado, simplesmente não era amor."

Será mesmo? Eu pensava assim, um dia lí um poema da Florbela Espanca que me fez refletir. Diz assim:

AMAR [Florbela Espanca]

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!"
.
Beijão

kryss



E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

Marcela disse...

"Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente"!
Oi Kryss! Preciso não acreditar nisso... Me apego na verdade de que se não deu certo é porque ainda não era amor. Isso me faz seguir.
Obrigada pela visita"inteligente" Bjos

Refúgio de Palavras disse...

Marcela muito obrigada... Que honra estar logo na descrição do seu blog!!! UAU!!! Obrigada de coração pelas suas palavras carinhosas... Também estou tããããããooo necessitada de um afago, um afeto, qualquer coisa.... A vida é dura e a gente às vezes finge que "se endurece" com ela, mas também quando o lado carente grita... socorroooo!!!! rsrs Todo mundo quer carinho e atenção. Um grande beijo pra você!

Dalva Eline A. Santos Silva disse...

"Se o amor dá errado, simplesmente não era amor".
Concordo com você Marcela, às vezes não sabemos nem definir o que sentimos... Se é paixão, carência, dependência ou o próprio amor. Penso que qualquer sentimento para ser duradouro precisa ser alimentado de ambas as partes. Parabéns! Bjos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...